domingo, 8 de março de 2020

Nilton Valério


Arquivo de Som:

Falcão Azul em Falcão Azul e Bionicão



Biografia:

Nilton Valério foi um dublador Carioca.

Nilton Valério Gonçalves de Almeida nasceu na cidade do Rio de Janeiro.

Rádio Mundial

Uma das emissoras que primeiro atuou, está a Rádio Mundial.

Uma de suas primeiras novelas foi Uma Empresa Funerária (1954), no programa Novelinhas. Atuou no programa entre 1954 à 1955.

Nilton Valério, Nélio Pinheiro, Rafael de Almeida e Samir de Montemor (1955)

No programa Os Eleitos de Deus, atuou nas novelas A Vida de São João Bosco (1956), A Vida de São Francisco de Salles (1956), A Vida de Santo Agostinho (1956), A Vida de São José (1956), Anjo da Fé (1956), entre outras.

Também atuou na novela infantil, O Repórter Gabriel (1956).

Além disso, lia crônicas no programa Boa Tarde, Ouvinte (1956).

Rádio Mayrink Veiga

Em 1956, parte para outra emissora do grupo OVC, a Rádio Mayrink Veiga.

Telmo de Avelar, Osmiro Campos, Marilena Alves, e Nilton Valério (1957)

Entre suas atuações na emissora, estão peças no programa Teatro de Romances (1956), e novelas no programa Falando de Mulher (1957).

Rádio Tupi

Em 1958 já estava na Rádio Tupi.

Entre outros, atuou nas novelas Fim de Jornada (1958), e Os Filhos Não São Culpados (1959), como no seriado de ficção cientifica Atena Está Chamando (1958), entre outros.

Radio Nacional

Anos depois, transfere-se para a Rádio Nacional.

Na emissora, entre outros, atuou na peça Proclamação da República (1964), ao lado de Paulo Gracindo, Celso Guimarães, Rodolfo Mayer, Rafael de Almeida, Roberto Faissal, Domício Costa, Castro Viana, Carlos Leão, Jairo de Barros, Carlos Marques, Ayrton Cardoso e Tina Vita.

Em séries, esteve em Tio Bené (1967), ao lado de Henriqueta Brieba, Olga Nobre, Elza Gomes, Neide Rodrigues, Nelma Costa, e outros.

Já em novelas, esteve em Travessuras de Um Anjo (1969), ao lado de Floriano Faissal, Juraciara Diácovo, Orlando Prado, Isis de Oliveira e Alda Verona.

Nilton foi responsável na emissora pela peça natalina, O Pinheiro Iluminado (1985), com atuação de Newton da Matta, Carmen Sheila, Neyda Rodrigues, Vanda Lacerda, Carlos Leão, Luís Manuel e Paulo Silva.

TV Continental

Na televisão, atua primeiramente na TV Continental em 1959.

Nilton Valério (1956)

Na emissora, esteve no programa Teatro de Ontem, em peças como Mania de Grandeza (1959), Inimigos Íntimos (1959), Futebol de Família (1960), Dindinha (1960), entre outros.

No Teledrama Continental, atuou em Trevas (1959), O Corcunda de Notre-Dame (1960), e outros.

Além disso, participou de peças no do Teatro em Cena (1962), com direção de Fernando Machado.

Rede Globo

Alguns anos depois, foi atuar na Rede Globo, participando da novela Vejo a Lua no Céu (1967), ao lado de Isaac Bardavid, Miriam Ficher, Tamara Taxman, Norma Blum, Ítalo Rossi, Aracy Cardoso, Cláudio Cavalcanti, Luís Orione, Cahuê Filho, Magno Edígio, Alberto Perez, e outros.

No humorismo, participou do programa Chico Total (1981), ao lado de Isaac Bardavid, Ivan Mesquita, Raul Cortez, André Villon, Domício Costa, e outros.

Na ocasião, supervisionava as produções dubladas que eram exibidas na emissora, e também produções dubladas da casa, como foi o caso de Bruce Kane (1982), no qual também fez algumas pontas.

Teatro

No teatro, esteve em Inimigos Íntimos (1959).

Posteriormente, atuou na peça Dona Xepa 74 (1974-75), de Pedro Bloch, ao lado de Francisco Milani, Arthur Costa Filho, Vanda Lacerda, Cleusa Muniz, Zé Carlos Machado, entre outros, no Teatro Nacional de Comédias.

Cinema

Em 1968, fez a narração do documentário Panorama do Cinema (1968), para o Instituto Nacional de Cinema, estreando no cinema Premier, em São Paulo. O filme falava do início dos filmes brasileiros, tanto mudos, como falados, além das primeiras animações feitas no Brasil.

Vida Pessoal

Em 1959, teve uma paixão rápida pela rádioatriz, Nair Amorim.

Em 1960, se tornou noivo da garota propaganda da Rádio Continental, Maria Helena.

Dublagem

Na dublagem, ingressa por volta de 1966, passando por estúdios, como Riosom, Dublasom Guanabara, CineCastro, e TV Cinesom.

Nos anos de 1970, atuou como diretor de dublagem nas casas Somil e Tecnisom.

Em 1972, na Somil, dirigiu a dublagem do filme nacional, A Marcha (1972), dirigindo o jogador Pelé se auto-dublando. Foram 4 horas de dublagem. Na ocasião, Nilton revelou ao Jornal do Brasil que Pelé havia se saído tão bem, que a profissão de dublador podia ser outra de suas vertentes.

Nilton Valério

No final dos anos de 1970, ingressa na Herbert Richers e Telecine. Já nos anos de 1980, entra na VTI a Sincrovídeo. E nos anos de 1990, integra os elencos da Delart e Doublesound. Entre outras.

Nos anos de 1980, Nilton Valério foi o fundador da Associação de Dubladores, e foi até Brasília para conseguir o registro para que a associação funcionasse.

Também nos anos de 1980 foi o encarregado de supervisionar as dublagens na TV Globo, mantendo as mesmas vozes para atores já consagrados com as mesmas, como também que o trabalho fosse refeito se tivesse ficado de baixa qualidade. Nos anos de 1990, foi substituído por Mário Jorge de Andrade na mesma função.

Michael Keaton

Entre os personagens que deu sua voz, entram primeiramente os dos filmes. Nilton dublou mais de 1 vez alguns atores. Entre eles, Michael Keaton em Batman, e Os Fantasmas Se Divertem, Gene Kelly em Sinfonia de Paris, e Um Dia Em Nova York, Paul Henreid em Casablanca (2ª Dublagem), e A Estranha Passageira (2ª Dublagem), Peter Sellers em O Diabólico Dr. Fu Manchu, e Um Convidado Bem Trapalhão, Tyrone Power em A Marca do Zorro (1940), A Rosa Negra, e Sangue e Areia, Terence Hill em Trinity é o Meu Nome, e Os 4 da Ave Maria, Paul Newman em Buch Cassidy, e Quatro Confissões, Henry Fonda em As Três Noites de Eva, e Consciências Mortas, entre outros.

Além disso, foi a voz de atores como Charlton Heston em Trindade Violenta, Elvis Presley em Meu Tesouro é Você, John Lithgow em Caçadores de Marfim, Tommy Lee Jones em Piratas das Ilhas Selvagens, Patrick Swayze em De Volta Para o Inferno, Dennis Hopper em A Marca de Forca, Robert Taylor em A Dama das Camélias, Cary Grant em Intriga Internacional, Richard Gere em Rei Davi, Jack Nicholson em O Dia dos Loucos, Marlon Brando em Superman (3ª Dublagem), Billy Crystal em Esqueça Paris, Jack Palance em A Marca de Um Erro, Roy Scheider em Operação França, Peter O'Toole em Lawrence da Arábia, Omar Sharif em Doutor Jivago, Robert De Niro em Tempo de Despertar, entre outros.

Beetlejuice

Nos desenhos fez a primeira voz do Cyclope na versão dos anos de 1990 de X-Men, Tio do Taz em Tazmania, Falcão Azul em Falcão Azul e Bionicão, Beetlejuice em Beetlejuice, Valentino em A Polícia Desmontada, entre outros.

Guy Williams

Em séries foi a primeira voz de J.R. Ewing interpretado por Larry Hagman em Dallas, a primeira voz do Doutor Leonard McCoy interpretado por DeForest Kelly na segunda dublagem de Jornada nas Estrelas, Thomas Eckhardt interpretado por David Warner em Twin Peaks, a segunda voz de Jim Walsh interpretado por James Eckhouse em Barrados no Baile, Doutor William Swift interpretado por Micheal Ironside em Plantão Médico, Don Diego / Zorro interpretado por Guy Williams na terceira e mais conhecida dublagem de Zorro, a primeira voz do Doutor David Banner interpretado por Billy Bixby em O Incrível Hulk, entre outros.

Em novelas fez a primeira voz do Doutor Rodrigo Suarez interpretado por Juan Antonio Edwards em Maria do Bairro, Doutor Villaseñor, pai de Maria Joaquina em Carrossel, o ator não foi creditado na produção, entre outros.

Uma curiosidade. Por volta de início de 1970, Nilton já havia dublado o personagem Zorro, na Dublasom Guanabara, no filme A Máscara de Zorro (1940), com Tyrone Power (ator que dublou algumas vezes na empresa). Coincidentemente, foi novamente o personagem na redublagem da série Zorro, da Disney, nos anos de 1990 na Herbert Richers.   

Nilton teve que se afastar da dublagem por volta de início dos anos 2000, devida a um problema de visão. Chegou a realizar alguns operações de visão, mas não tendo resultado, resolveu se aposentar.

Nilton era um apaixonado pela dublagem, mas infelizmente teve que se afastar por volta dos anos 2000 por problemas na visão, fez varias operações mas não teve resultado, então se aposentou.

Anos depois, foi diagnosticado com um tumor já em estado avançado, vindo a falecer meses depois, no dia 17 de Agosto de 2007.

Trabalhos:

Filmes

- Michael Keaton em Batman (1ª e 2ª Dublagem), Batman - O Retorno (1ª e 2ª Dublagem), De Medico e Louco Todo Mundo Tem Um Pouco, Fábrica de Loucuras, Morando Com o Perigo, e Os Fantasmas Se Divertem
- Gene Kelly em A Bela Ditadura, O Pirata, Os Três Mosqueteiros (1948), Sinfonia de Paris, e Um Dia Em Nova York
- Paul Henreid em Casablanca (2ª Dublagem), e A Estranha Passageira (2ª Dublagem)
- Peter Sellers em O Diabólico Dr. Fu Manchu, e Um Convidado Bem Trapalhão
- Tyrone Power em A Marca do Zorro (1940), A Rosa Negra, e Sangue e Areia
- Terence Hill em Trinity é o Meu Nome, e Os 4 da Ave Maria
- Paul Newman em Buch Cassidy, e Quatro Confissões
- Henry Fonda em As Três Noites de Eva, e Consciências Mortas
- Cap. Colt Saunders (Charlton Heston) em Trindade Violenta
- Ted Jackson (Elvis Presley) em Meu Tesouro é Você
- Robert Carter (John Lithgow) em Caçadores de Marfim
- Rene Belloq (Paul Freeman) em Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida (1ª Dublagem)
- Capitão Bully Hayes (Tommy Lee Jones) em Piratas das Ilhas Selvagens
- Kevin Scott (Patrick Swayze) em De Volta Para o Inferno
- Profeta (Dennis Hopper) em A Marca de Forca
- Philip Stuckey (Jason Alexander) em Uma Linda Mulher
- Hedley Lamarr (Harvey Korman) em Banzé no Oeste
- Armand Duval (Robert Taylor) em A Dama das Camélias
- Rogher O. Thornhill (Cary Grant) em Intriga Internacional
- Robert Morton "Bob" (Miguel Ferrer) em Robocop - O Policial do Futuro
- Davi (Richard Gere) em Rei Davi
- Terence Wheeler (Gregory Sierra) em Querida, Estiquei o Bebê
- David Staebler (Jack Nicholson) em O Dia dos Loucos
- Jor-El (Marlon Brando) em Superman (3ª Dublagem)
- Mickey Gordon (Billy Crystal) em Esqueça Paris
- Walter Pedak (Jack Palance) em A Marca de Um Erro
- Detetive Buddy Russo "Cloudy" (Roy Scheider) em Operação França
- T.E. Lawrence (Peter O'Toole) em Lawrence da Arábia
- Dr. Yuri Jivago (Omar Sharif) em Doutor Jivago
- Jack Abinoff (Peter Falk) em A Batalha de Anzio
- Leonard Lowe (Robert De Niro) em Tempo de Despertar
- Tenente Santino (Richard Le Parmentier) em Uma Cilada Para Roger Rabbit
-Traficante (Jimmie F. Skaggs) em Máquina Mortífera
- Ben Harp (John C. McGinley) em Caçadores de Emoção
- Dodge (Jeff Burton) em Planeta dos Macacos
- Dugal MacLeod (Billy Hartman) em Highlander - O Guerreiro Imortal
- Guarda Keller (Hans Howes) em Garantia de Morte
- Vice-Cônsul Richard Dreighton (Darrell Fetty) em O Vento e o Leão
- David Vincent (Roy Thinnes) em Os Invasores

Séries

- J.R. Ewing (Larry Hagman) (segunda voz) em Dallas
- Jim Walsh (James Eckhouse) (segunda voz) em Barrados no Baile
- Dr. William Swift (Micheal Ironside) em Plantão Médico
- Don Diego / Zorro (Guy Williams) em Zorro (3ª Dublagem)
- Dr. David Banner (Billy Bixby) (primeira voz) em O Incrível Hulk
- Dr. Leonard McCoy (DeForest Kelly) (primeira voz) em Jornada nas Estrelas (2ª Dublagem)
- Thomas Eckhardt (David Warner) em Twin Peaks

Desenhos

- Cyclope (primeira voz) em X-Men (Anos de 1990)
- Tio do Taz em Taz-Mania
- Falcão Azul em Falcão Azul e Bionicão, e Ho-Ho-Límpicos
- Beetlejuice em Beetlejuice
- Valentino em A Polícia Desmontada
- Bruce Wayne / Batman em Os Super Amigos, e (1ª voz) em O Desafio dos Super Amigos

Novelas

- Dr. Rodrigo Suarez (Juan Antonio Edwards) (primeira voz) em Maria do Bairro
- Dr. Villaseñor (não creditado) em Carrossel


Fontes: Jornal do Brasil, Revista do Rádio, Diário de Notícias, Diário Carioca, Diário da Noite, Correio da Manhã, Radiolândia, Todo Teatro Carioca, Correio Brasiliense, Filme & Cultura 1, A Luta Democrática, Diário do Paraná, Jornal dos Sports.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página